Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrPin on Pinterest

O ‘felomenal’ Giovanni Improtta voltou, mas desta vez nos cinemas. O personagem ficou conhecido na novela “Senhora do Destino”, em 2004, de Aguinaldo Silva. Primeiramente o autor criou para o romance “O Homem que Comprou o Rio”, escrito e lançado na década de 70. Em 2005 o personagem ganhou novo livro, o “Prendam Giovanni Improtta”, que serviu como base do roteiro do longa-metragem recém-lançado nos cinemas.

'Giovanni Improtta' (Divulgação)

Giovanni Improtta é um bicheiro dono de uma escola de samba no subúrbio do Rio de Janeiro. As falas atrapalhadas e trocadilhos de famosos ditados populares são a grande marca do personagem. Durante a exibição da novela, frases como “Isso é felomenal” e “O tempo ruge e a Sapucaí é grande” foram os bordões usados para conquistar os telespectadores.

Para Mickael Noah, sócio do Camarote Folia Tropical, um dos que mais se destacam na Sapucaí, o filme aborda de maneira divertida o universo das escolas de samba cariocas. “O filme, assim como a novela em 2004, levanta a discussão de como uma escola de samba era administrada anos atrás. O enredo é leve e divertido, e os atores que compõem o elenco ajudam a conduzir a história. Seria legal ver a Unidos da Vila São Miguel (nome da escola de samba de Giovanni) desfilando na Sapucaí.”, contou.

O longa teve orçamento de R$ 6 milhões e levou, no final de semana de estreia, quase 65 mil pessoas aos cinemas, sendo o quarto filme mais visto no fim de semana.

Veja o trailer: